HOTEL EM APARECIDA USA CÂMERAS DE SEGURANÇA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO
janeiro 22, 2013
0


Administração recorre às imagens para controlar a qualidade do serviço e resolver conflitos

O hotel Rainha do Brasil, inaugurado em setembro do ano passado como parte do complexo do Santuário Nacional, em Aparecida (SP), foi equipado com um sistema de videomonitoramento em rede que garante aos gestores acesso a vídeos em HD para solucionar problemas de forma corretiva e preventiva. A utilização das imagens internas como suporte ao aprimoramento do serviço é uma das principais tendências tecnológicas para hotéis e hospitais, de acordo com a Axis Communications, fabricante das câmeras instaladas no hotel.

O Rainha do Brasil possui 330 quartos e 106 câmeras IP de alta definição, sendo quase uma câmera para cada três dormitórios, distribuídas por 15 andares. Além de colaborar com a segurança dos hóspedes, os equipamentos funcionam como uma ferramenta de gestão, permitindo controlar a qualidade do serviço prestado pelas equipes de colaboradores.

Em outras ocasiões, o sistema também ajuda a identificar a responsabilidade dos hóspedes sobre acidentes ocorridos, graças ao armazenamento de imagens em alta definição. “O sistema já ajudou no caso em que uma criança saiu da piscina infantil e caiu na de adultos. Com a gravação, ficou claro que, além do descuido dos acompanhantes, deveríamos pensar em alguma barreira para evitar novos acidentes”, conta o engenheiro Alfonso Aurin, consultor de Tecnologia do Santuário.

O sistema é capaz, ainda, de identificar automaticamente um eventual reposicionamento indevido da câmera ou o bloqueio de suas imagens – como ocorre quando um criminoso aplica spray na lente da câmera ou a encobre com algum objeto. Além disso, o projeto, fornecido pela integradora Sillis, parceira da Axis Communications, permite a integração das câmeras com o sistema de controle de acesso e o gerenciamento de alarmes.

Essas características do projeto exemplificam a atual tendência de digitalização e integração dos sistemas de uma instalação, incluindo o sistema de segurança eletrônica. Com a evolução tecnológica, os responsáveis nos hotéis pela área de segurança, que antes não trabalhavam com o universo de TI, passaram a considerar soluções avançadas de videomonitoramento para atender às novas demandas.

“O setor de hotelaria percebe um grande benefício a partir da adoção de câmeras IP, seja para uma rede inteira ou só para uma unidade”, afirma Marcelo Ponte, gerente de Marketing da Axis para a América do Sul. “Em breve, teremos no Brasil hotéis com câmeras que farão o reconhecimento do rosto do hóspede assim que ele passar pela entrada e, automaticamente, o recepcionista ficará sabendo não só o nome do visitante, mas também suas preferências a partir do histórico registrado. Isso representa uma mudança significativa no conceito de atendimento”.

Ainda de acordo com Ponte, os novos desenvolvimentos permitirão ao hóspede, por exemplo, abrir a porta do quarto sem o uso de qualquer chave ou dispositivo portátil. Uma câmera poderá captar os traços do rosto e, após o reconhecimento, liberar a entrada. O mesmo controle poderá ser feito no estacionamento, inserindo automaticamente no sistema que determinado hóspede chegou ou saiu. Essas informações, além de aprimorarem a sensação de segurança para os hóspedes, podem ser usadas pela administração para estabelecer com os clientes um tratamento menos impessoal e oferecer serviços diretamente relacionados ao perfil específico do hóspede.

Fonte: Capital Informação
http://www.capitalinformacao.com.br/pagina.asp?id=942