Prefeitura define locais das câmeras para sistema de Videomonitoramento
setembro 18, 2014
0

Projeto é uma parceria entre Prefeitura e o Estado e vai garantir mais segurança à população

O Secretário Municipal de Administração, Marco Antônio Alves Miguel, esteve reunido na manhã desta quarta-feira (17), com a equipe técnica da empresa licitada Sillis, que vai fornecer e instalar os equipamentos para o sistema de videomonitoramento da cidade. O projeto, que contará com 12 câmeras espalhadas por vários pontos estratégicos, como praças e ruas movimentadas, está em fase de implantação no município.

A reunião teve como objetivo estabelecer os locais das câmeras e definir detalhes da central de videomonitoramento que ficará instalada no piso térreo da prefeitura de Marília. Os pontos de instalação das câmeras foram definidos em parceria com a Polícia Militar, com base nas estatísticas criminais que o município apresenta.

“A Polícia Militar entende que, melhor que aumentar o policiamento, será trabalhar com inteligência policial e as câmeras apresentarão importante ajuda na prevenção e repressão ao crime, colaborando com a preservação da ordem pública. O sistema possibilita maior mobilização, contribuindo para abordagens mais rápidas. Além disso, todas as imagens ficarão gravadas. Com certeza teremos uma cidade mais segura”, avaliou o secretário.

Segundo o responsável pela empresa Sillis, Marcel Minotelli, os locais definidos serão avaliados pela equipe para viabilizar as futuras instalações. “Estamos fazendo o mapeamento dos locais exatos onde serão instaladas as câmeras. Os pontos já foram previamente definidos pela Polícia Militar, mas precisamos fazer o levantamento das necessidades técnicas para os locais onde os postes serão instalados, para poder assim finalizar o projeto”, disse.

PARCERIA ESTADO-MUNICÍPIO

A implantação do projeto vai custar aproximadamente R$ 1,4 milhão e só foi possível graças a uma parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado. O Governo liberou, através de um convênio, R$ 1 milhão e a Prefeitura entrou com a contrapartida de R$ 400 mil.

As câmeras que serão utilizadas no sistema de monitoramento são de última geração. De acordo com o secretário Marco Antônio Alves Miguel, os equipamentos são os mesmos instalados em grandes cidades de países desenvolvidos, como Inglaterra e Estados Unidos.

“As câmeras poderão aproximar uma imagem em até cinco quilômetros de distância. São materiais de última geração e que vão ajudar no combate a violência”, afirmou Marco Antônio.

Assessoria de Imprensa

Fotos: Wilson Ruiz

Fonte: http://www.marilia.sp.gov.br/prefeitura/?p=45187